Quimilokos

*******************************



*******************************



*******************************


27/06/2005


Uma boa tarde, meus(as) queridos(as) alunos(as), e amigos(as) q sempre passam por aki!

Bom..enfim, férias se aproximando..hj resolvi deixar uma mensagem p a reflexão de vcs..espero q gostem!

Sem mto o q dizer por hora..apreciem o texto!

Bjinhux!

 

 

COMO O COMPUTADOR, A MENTE EXECUTA AS ORDENS QUE LHE ENVIAMOS 

 

Um cientista queria provar essa teoria. Precisava de um voluntário que chegasse às últimas conseqüências. Conseguiu um em uma penitenciária.
Era um condenado à morte que seria executado na cadeira elétrica.
Propôs a ele o seguinte: ele participaria de uma experiência científica, na qual seria feito um pequeno corte em seu pulso, o suficiente para gotejar o seu sangue até a última gota.
Ele teria uma chance de sobreviver, caso o sangue coagulasse.
Se isso acontecesse, ele seria libertado, caso contrário, ele iria falecer pela perda do sangue, porém, teria uma morte sem sofrimento e sem dor.
O condenado aceitou, pois era preferível do que morrer na cadeira elétrica e ainda teria uma chance de sobreviver.
O condenado foi colocado em uma cama alta, dessas de hospitais e amarraram o seu corpo para que não se movesse.
Fizeram um pequeno corte em seu pulso. Abaixo do pulso, foi colocada uma pequena vasilha de alumínio. Foi dito a ele que ouviria o gotejar de seu sangue na vasilha.
O corte foi superficial e não atingiu nenhuma artéria ou veia, mas foi o suficiente para ele sentisse que seu pulso fora cortado.
Sem que ele soubesse, debaixo da cama tinha um frasco de soro com uma pequena válvula.
Ao cortarem o pulso, abriram a válvula do frasco para que ele acreditasse que era o sangue dele que estava caindo na vasilha de alumínio. Na verdade, era o soro do frasco que gotejava.
De 10 em 10 minutos, o cientista, sem que o condenado visse, fechava um pouco a válvula do frasco e o gotejamento diminuía. O condenado acreditava que era seu sangue que estava diminuindo.
Com o passar do tempo, foi perdendo a cor e ficando cada vez mais pálido. Quando o cientista fechou por completo a válvula, o condenado teve uma parada cardíaca e faleceu, sem ter perdido sequer uma gota de sangue.
O cientista conseguiu provar que a mente humana cumpre, ao pé-da-letra, tudo que lhe é enviado e aceito pelo seu hospedeiro, seja positivo ou negativo, e, que sua ação envolve todo o organismo, quer seja na parte orgânica ou psíquica.
 

 

Quem pensa em fracassar, já fracassou mesmo antes de tentar.

 

Somos o que pensamos e acreditamos ser.

 

Escrito por Miss. Curie às 12h28
[ ] [ envie esta mensagem ]


Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, GOIANIA, CIDADE JARDIM, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Cinema e vídeo, Livros, internet e música
MSN - paqtine@hotmail.com



Outros Sites

*******************************





*******************************



Quimilokos Interagindo !!
*******************************


Você está ouvindo:
Heavy Metal do Senhor - Zeca Baleiro


*******************************



*******************************



*******************************





*******************************

Visitante Número